Doenças relacionadas

Meningite

MENINGITE É SEMPRE SINÔNIMO DE DOENÇA GRAVE QUE VAI DEIXAR SEQÜELAS?

Não. Nem sempre as meningites e encefalites são doenças graves que deixarão alguma seqüela neurológica. Existem inúmeros tipos diferentes e grande parte delas não deixa nenhuma seqüela se for corretamente tratada.

O QUE SÃO AS MENINGITES E ENCEFALITES?

O pedaço de palavra ”ite” em medicina significa inflamação. Logo Meningite é inflamação das meninges e Encefalite é inflamação do cérebro. As meninges são finas camadas que envolvem e protegem o cérebro e a medula espinhal. Estão localizadas entre os ossos do crânio e o cérebro. Medula espinhal é diferente de medula óssea. A medula óssea é um grupo de células que existe no interior dos ossos do corpo e não tem relação com o sistema nervoso.

QUAIS SÃO AS PRINCIPAIS CAUSAS DE MENINGITES E ENCEFALITES?

As principais causas das inflamações no cérebro e nas meninges são as substâncias tóxicas, os agentes infecciosos, causas pós-infecciosas, etc… As principais substâncias tóxicas que podem causar meningite são os contrastes médicos quando injetados nas meninges e alguns quimioterápicos, também quando são injetados nas meninges. Os agentes infecciosos são as causas mais comuns das meningites e encefalites, podem ser vírus, bactérias, fungos e outros parasitas. Alguns tipos de encefalites e outras inflamações cerebrais não apresentam um agente infeccioso e ocorrem após infecções comuns como gripes, resfriados, gastro-enterites e após certos tipos de vacinas. No Brasil e nos países em desenvolvimento a larva do parasita Taenia solium pode causar uma encefalite comum por aqui chamada Neurocisticercose.

QUAIS SÃO OS SINTOMAS DAS MENINGITES E DAS ENCEFALITES?

As meningites se manifestam por dor na nuca, rigidez muscular, rigidez nucal, febre, dor de cabeça, náuseas e vômitos. Podem ser divididas em meningites agudas quando os sintomas são de início em poucos dias ou horas e meningites crônicas quando os sintomas duram dias ou meses. As encefalites se manifestam por alterações comportamentais, febre, sonolência, estados comatosos, dor de cabeça, confusão mental, alterações abruptas de memória, náuseas, vômitos e crises epilépticas. Também podem se agudas e crônicas.

QUAL É O TRATAMENTO DAS MENINGITES E ENCEFALITES?

a. O tratamento destas doenças depende das causas. Geralmente se faz em regime hospitalar de internação ou, em alguns casos, em internação em UTI. Geralmente são usados antibióticos ou antiinflamatórios por via endovenosa. Em algumas situações é preciso realizar procedimentos cirúrgicos para drenagem de algumas infecções das meninges e cérebro.

QUAL AS PESSOAS MAIS SUSCEPTÍVEIS ÀS MENINGITES E ENCEFALITES?

Podem ocorrer em qualquer idade. Os idosos e as crianças pequenas são os que mais tem risco para adquirir estas doenças. Outra população de risco são as pessoas com alteração da imunidade seja por doenças ou por uso de medicamentos imunossupressores. Para aquelas pessoas que não apresentam um órgão chamado baço existe um maior risco de adquirir a meningite bacteriana pelo Streptococos.

QUAIS AS MENINGITES E ENCEFALITES MAIS GRAVES?

As meningites agudas causadas por bactérias são as que mais podem deixar seqüelas se não tratadas rapidamente. As meningites crônicas causadas por fungos também podem deixar seqüelas. A encefalite aguda causada pelo Herpes Vírus também pode deixar graves seqüelas nas funções intelectuais se não tratada rapidamente. A encefalite crônica por Cisticercose (larva da solitária) também pode trazer graves conseqüências se não tratada e acompanhada corretamente.

8) COMO PODEMOS PREVENIR AS MENINGITES E ENCEFALITES?

As medidas de saúde pública que visam diminuir a infestação por parasitas chamados de solitária (Taenia solium) podem reduzir a encefalite por Cisticercose. Outra medida preventiva eficaz são as vacinas oferecidas pelo sistema público de saúde.